quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Um ano depois...

Coragem, confiança e fé



DAS SOMBRAS PARA A LUZ


MINHAS REFLEXÕES - A SINA DO GUERREIRO - 08/09/2015
http://ernesto-shimabuko.blogspot.com.br/2015/09/minhas-reflexoes-sina-do-guerreiro.html


“Não temais perder aqueles a quem mantêm teus laços afetivos e nem de amizades, pois quando isto ocorrer saiba que nenhuma dessas pessoas tem parte na missão que estais a realizar. Mantenha o teu discernimento para separar o joio do trigo, pois o véu ilusório está sendo constantemente jogado no campo onde tu pisas. Siga sempre as pegadas do teu Mestre e não cairá nas tentações que procuram te envolver.

Sabemos que sempre desejastes uma companhia estável em tua vida e o quanto ficaste decepcionado com isso. Entenda que por tua missão de vida, isto não poderia ser possível. Numa situação promissora para ti, a interferência seria imediata e fulminante e, em outros casos, colocariam pessoas do sexo oposto comprometidas com eles, apenas para te afastar do caminho da luz. Mas fique tranquilo, pois alguém está sendo enviado até você. Saberá no tempo certo quem é, fique pronto para este encontro. (Mestra Nada - Uma Orientação Pessoal - 11/12/2011)”

Saudações Águias guerreiras!

Aos poucos vou retomando parte das atividades que desenvolvo há cerca de 10 anos: escrever. Embora tenha me afastado da linha de frente e da exposição pública e me recolhido para os planos internos, ainda assim sinto um chamado interno para prosseguir divulgando minhas vivências, com o propósito de compartilhar a luz que ilumina nossos caminhos na escuridão.

Foi assim que me senti quando mais uma guinada incrível e surpreendente ocorreu na minha vida. Assumi todos os riscos deste compromisso e sabia que no final desta jornada pessoal, o desfecho seria dessa forma tão previsível. Evitar danos além dos necessários seria o maior desafio, mas a missão pessoal devia ser cumprida. Enfim, se a missão alcançou seu propósito somente o tempo tem a resposta. Não me foi reservado ter conhecimento disto ou saber do seu resultado. Aos mestres e mentores sempre servirei. A minha parte foi feita em Amor e Luz!

Muitas revelações sobre essa epopeia de 3 anos estão registradas em parte no Blog Momentos Mágicos, em “Pensamentos... de Amor!”, onde narro parte destas vivências maravilhosas e divinas. Assim foi... assim é. A minha consciência do dever cumprido é a minha mais profunda gratidão pela oportunidade oferecida numa caminhada marcada por dramas, conflitos, dilemas e muito... amor e devoção! O caminho do resgate é intenso e expansivo. É um aprendizado. A liberdade da alma não tem preço. Toda águia tem que voar.

Olho para trás, vejo os rastros que se perdem no tempo... na distância.

Lágrimas, dores, alegrias... momentos mágicos gravados na alma. Importa a tarefa impossível realizada. A missão do guerreiro sempre carrega a marca das perdas, mas a alegria é o retorno ao lar para aqueles por quem lutou e... venceu. Não importa a dor e sim a vitória sobre o próprio desejo do ego e do apego, pois esta é a sina... a marca de um guerreiro. Servir com amor e doação. Uma vez cumprida sua missão... outra deve ser aceita e com coragem, prosseguir numa nova jornada pela vida.

Senti os impactos por tantas vezes que já nem me lembro de quantas vezes, chorei. Apenas consenti que assim fosse. Se a incompreensão surgisse não importava, e sim o propósito que dispus levar adiante. Ver o sorriso da minha Mentora e minha Deusa era tudo o que me confortou nesta solidão e escuridão, o qual iluminou a estrada da vida sob as tormentas que constantemente desabaram sobre a minha alma.

Olho mais uma vez adiante e uma nova porta se abre bem a frente radiante em luz. Levanto-me novamente, pego minha espada e escudo num último esforço e sigo na direção deste portal que brilha como um sol a pino. Sei que terei mais outro desafio, mais outra caminhada solitária nesta jornada terrena, mas olho para cima e vejo meus mestres e mentores em alegria imensa, que sabem que há um guerreiro em quem podem confiar. Reverencio e sem olhar para trás, parto novamente.

Um aroma de rosas impregna o ar. Sinto a presença da minha Mentora que num abraço me envolve num manto de amor, um infinito amor... divino, celestial... e mergulho na paz do seu olhar. Um leve sorriso brota nos meus lábios. Confio na força que emana desta Deusa que sempre me amparou. Que me socorreu no meio dos prantos. Serenou meu coração inquieto.Acalentou meus sonhos... de amor.

Olho para cima. Abro minhas asas...

E mais uma águia cruza os céus na direção do horizonte!

Em Amor e Luz,
Paz na Terra!
Shima.
(08/09/2015)

Um ano depois...


O texto acima foi relacionado a um evento ocorrido em 12/08/2015 após o término do 12º Ato que aconteceu no dia 08/08/15.

Devido aos desfechos que causaram sérios transtornos na minha vida, aguardei durante 2 meses que tudo se acalmasse e os envolvidos encontrassem no bom senso o discernimento, o equilíbrio, que os ânimos serenassem e assim, o diálogo e entendimento pudessem ser conduzido pelo amor crístico.

Publiquei uma carta aqui no blog, comunicando o fato em si, preservando o direito ao anonimato das pessoas envolvidas, apenas com a intenção de deixar registrado o caso ocorrido, e isso foi fundamental, pois no final daquele ano recebi uma série de mensagens, postagens até no meu perfil, condenando-me por uma situação já definida e consumada de forma legal e moral.

Por essa razão, para que meus leitores de Caminhando com o Mestre venham a ter acesso direto sobre os eventos ocorridos comigo no início do ano de 2013, fiz a republicação dos textos "Pensamentos... de Amor!" neste blog para reflexões, pois os textos são profundos e recheados de esclarecimentos e revelações sobre o que ocorre com pessoas que são influenciados por tendências ocultas e expressam seus sentimentos nas relações com "distorções", oriundas do "efeito espelho" e acreditam fielmente que vivenciam ou o que vêem, é a pura realidade.


Então, de forma sincera foi esclarecido que todos estes eventos estavam registrados nas postagens do meu perfil ou então em forma de artigos publicados em meu blog que sinalizavam as mudanças que constantemente ocorriam comigo e à minha volta, bastava ler o que estava escrito nestas épocas, juntar as peças do quebra cabeças e a verdade soa tal como tem ocorrido naqueles momentos...

Sobre o caso em si...

Uma resposta enviada por escrito - após um desfecho que deu uma guinada na minha vida -, foi feita em 16/12/2012 sobre o relacionamento que vivia na época e que havia terminado (durou apenas um mês), e nisso, deixei registrado na mensagem que enviei à própria pessoa naquela data, o meu posicionamento e, num parágrafo foi dito: 


- "Não sei qual será a tua decisão a partir de agora. Como me disse que o teu amor por mim terminou então não vejo mais a minha necessidade de permanecer na relação com você e deixo você livre para decidir o que quer. Mantenho todo o meu respeito e carinho por você e não preciso dizer mais sobre isso, então fica aqui o meu apoio para ti. (...)".

Este caso encerrou-se oficialmente em 12/08/2015, conforme publiquei num artigo postado em 12/10/2015 (retirado da lista dos meus artigos por ter cumprido o objetivo apenas de informar), mas os efeitos do caso, permaneceram nas consciências das pessoas que foram envolvidas por pura emoção e outras, por interesses pessoais, onde calúnias e difamações nada mais foram do que atitudes impulsivas assumidas por questões de egos inflamados, em cujas suas ações foram reveladas as verdadeiras intenções.
Mantive-me neste tempo todo - 1 ano - em silêncio, apenas acompanhando o desenrolar deste caso e suas consequências, enquanto prossegui me dedicando à Grande Missão que sempre foi o foco das minhas atividades. O caso mencionado está hoje nas mãos da justiça e sob os cuidados de um advogado, portanto, nada tenho a dizer sobre isso, já que este processo judicial foi iniciado em 12 de novembro de 2015 e aguardo apenas o veredito final que deverá sair em breve.
Sempre mantive a minha postura aberta, transparente, sincera e honesta. Isso foi fato comprovado, mesmo que tenham surgido situações constrangedoras diante de tantos conflitos generalizados, onde apenas o uso do bom senso e a prática do discernimento seriam suficientes para evitar desfechos negativos e traumáticos. O valor de uma amizade foi esquecido em razão de interesses pessoais, isto dentro da missão crística.
Mas tudo tem sido um aprendizado, profundo e inesquecível.
Um ano depois... muitas reviravoltas ocorreram e uma série de realizações foram concretizadas. Mesmo sob "fogo cruzado", atuei de forma tranquila, percorrendo o caminho da compreensão em que todos nós, na verdade, somos irmãos nesta jornada terrena. Somos uma família humana, em que crenças e valores são conquistas individuais e cada um segue seu próprio caminho e missão. A convivência fraternal sim, é algo divino e é parte da nossa essência primordial. Um dia vamos retornar à mesma Fonte.
Desenvolvo pessoalmente um trabalho voltado à espiritualidade, à terapia de cura, ao estudo do autoconhecimento e também, mantenho o que sempre fiz a vida inteira, atuando como empresário mesmo quando me tornei um servidor público. Em qualquer meio onde atuamos e trabalhamos, não existe a unanimidade em relação a questionamentos sobre a vida, a espiritualidade e/ou sobre a forma como vivemos, justamente pelo fato de sermos almas peregrinas, viajantes das estrelas.

Escrevo meus artigos e os publico há mais de 10 anos e são estas as atividades que comprovam a minha idoneidade, persistência e diria, até a coragem. Meu caráter e dignidade é parte da minha própria essência crística, já veio de berço. Qualquer pessoa que tenha passado pela minha vida, pelo meu círculo de amizades, podem ter suas convicções pessoais sobre qualquer assunto ou relacionamento, mas jamais impus ou induzi alguém a acreditar no que faço, publico ou compartilho. Cada pessoa é livre para se expressar e ler o que querem, não sendo obrigado a aceitar ou acreditar no que digo ou escrevo. Isto é algo que sempre disse e continuo dizendo.

O que faço é compartilhar experiências e vivências no campo espiritual.

E isso é fato reconhecido até nas despedidas de pessoas que saíram do meu círculo de amizades. O sentimento de gratidão é evidente e explícito. O que acontece depois, não é da minha conta. Se mudam de opinião ou se entram na energia negativa e querem um vilão na história, garanto que essa pessoa não sou eu. Por isso, a recomendação constante para as leituras e estudos sobre o "Efeito Espelho" e o "Lado Sombra" que esclarecem todas essas distorções na personalidade humana quando os egos são evidenciados por questões íntimas e pessoais.

Os artigos publicados recentemente em "Depoimento Pessoal - I, II e III" trazem os resultados das atividades desenvolvidas nos últimos meses, em que foco o lado espiritual e material da nossa capacidade de criar a partir do momento em que aceitamos novos desafios. O sentimento de preocupação é latente em qualquer ser humano, mas quando se foca apenas nos problemas da vida, a tendência é entrar neste ciclo vicioso, pois "problemas" são efeitos e não causa.

A minha lição de vida desde a infância tem sido encontrar soluções constantes para qualquer desafio. Enfrentar as adversidades com gratidão pelo aprendizado que ocasiona, nos faz crescer, aprender e amadurecer. E assim tem sido a minha vida pessoal.

Aprender através da reflexão sobre os efeitos (problemas), onde se origina a fonte (causas) e nisso, estudar e meditar sobre seus desdobramentos e suas origens. Assim, desenvolvemos a nossa capacidade de aprender com sabedoria e melhoramos o nosso potencial humano e criativo diante de qualquer desafio (obstáculos/adversidades).

A TVP - Terapia de Vidas Passadas, na qual desenvolvi alguns métodos pessoais, tem sido de ajuda imensa para superar, vencer e curar males, traumas, conflitos existenciais e uma infinidade de transtornos psico-emocionais que permeiam os relacionamentos interpessoais na nossa sociedade. Os registros akáshicos são verdadeiros arquivos individuais e guardam o histórico completo de cada indivíduo/ser neste planeta.

Praticamente desde a minha adolescência pratico esta técnica de regressão, pois eram constantes as imagens e cenas que vinham à minha mente quando uma pessoa vinha me contar seus problemas. As respostas e até as curas estavam na leitura destes registros. Depois, de forma consciente, com a ajuda dos mestres, mentores e guias espirituais, o meu processo de autoconhecimento se expandiu ao ponto de vivenciar experiências extrassensoriais para promover a cura e resgate em outros níveis de consciência.

Nas minhas reflexões constantes revejo sempre a minha postura, atitude e comportamento dentro das atividades que exerço amorosamente na intenção de compartilhar minhas experiências de vida, com o objetivo de promover a expansão da consciência em todos os campos da relação humana e como podemos e somos capazes de alcançar as corretas relações, respeitando sempre a cosmoética vigente dentro da Criação. Somos co-criadores.

E nisso, o meu esforço pessoal é criar oportunidades onde a expressão individual possa se expandir através do correto pensar, do correto sentir e do correto agir.

A cada pessoa, cabe a responsabilidade de assumir a sua condição divina de "ser" e viver isso de forma abundante e próspera. Ser feliz é um estado de "ser" e não de conquista.

"Onde o teu pensamento estiver é onde estará... e o que pensar é o que és."

Esta frase acima é uma máxima. Contêm toda a revelação sobre a nossa evolução humana neste planeta. Vivemos criando o nosso mundo interior e exterior. O mundo atual é efeito desses pensamentos e dos sentimentos e atitudes acumulados ao longo da vida e de outras existências passadas. Cada um colhe o que plantou. Isso também é Lei. Está nos registros akáshicos de cada um.

A ignorância atrai sofrimento e miséria. O conhecimento ocasiona a liberdade e a prosperidade. Uma é treva e outra é luz.

O despertar da consciência é trazer luz à vida da sombra. É um processo de aprendizagem, aprimoramento e descobertas. É um manancial de conhecimentos que se abre diante de um discípulo em sua jornada terrena. Mas deve trabalhar intensamente para avançar no mar da ilusão até que seu manto sagrado desvencilhe-se das sombras. Somente depois, consciente, é que poderá galgar os degraus que o levarão à senda da sabedoria divina, para estar diante do seu mestre interior.
Agora, se você coração amado, é daqueles que gosta de jogar pedras na vidraça da esquina, apenas porque o vidro reflete a luz do sol, procure refletir sobre a diferença entre a pedra e o vidro. O ato revelador está ligado na atitude das mãos que refletem o pensamento e/ou emoção do personagem. Pedra e vidro são apenas instrumentos. Enquanto deixados em seus devidos lugares, nada de mal fazem e apenas cumprem suas funções. A ação vem do pensamento distorcido e até a mão que pega, segura e joga é outro instrumento, cuja causa está em quem promove o ato em si.

A "não reação" é um ensinamento dos grandes mestres e seres iluminados.
Por isso o exemplo acima citado.

E por isso, mantive o meu silêncio por um ano, assim nos últimos artigos publicados apresentei os resultados dos trabalhos que foram desenvolvidos durante este período turbulento na minha vida. "É pelos frutos que reconhecereis a árvore!"

Se os frutos que apresentei a você são crísticos e tem o aroma do amor divino então que seja apreciado e saboreado. Caso contrário, jogue ao fogo e deixe que seja consumido pela lei divina.

O fruto maior é a GFH - Grande Fraternidade Humana da Terra. Um ideal acalentado há muitas décadas é agora realizado e está sendo concretizado diante do mundo. Escrever um livro que é uma revelação para a alma humana, contribuindo para o despertar da consciência é outro fruto. Em cada galho e em cada folha surge a resposta para os dilemas da vida. Mas é preciso que você vá e faça a sua colheita e escolha o que melhor possa servir ao teu momento. A decisão é pessoal.

A minha decisão lá atrás foi compartilhar dos frutos que aprendi a saborear e dividir os conhecimentos com cada um dos meus leitores.

E nessa caminhada, aprendi que não sou apenas uma árvore isolada, e sim que vivia o tempo todo numa floresta repleta de árvores divinas.

Em gratidão profunda a você, leitor(a) amigo(a),

Participe agora do voo das águias e vamos juntos criar um novo mundo!

Em Amor e Luz,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Gratidão ao Pai e a Mãe!






quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Aos Guerreiros da Luz – Parte I - 17/08/2013




O DILEMA DOS NOSSOS GUERREIROS...


Deixo aqui para reflexões um artigo que vai dar início a um novo trabalho sobre a nossa espiritualidade e o processo de evolução da alma humana...


Até agora, foquei basicamente nas energias femininas...

O momento seguinte é buscar o conhecimento sobre a natureza masculina.

É isso que faço com este texto que estou publicando hoje...
Como sempre, leiam com os olhos do coração e a mente aberta, livre de preconceitos... pois a quebra de paradigmas começa quando nos deparamos com aquilo que bloqueia a nossa mente...

Os novos trilhos só podem ser construídos por mentes que alcançam o patamar de vibrar na Luz... plena e abundante de conhecimentos e sabedorias...

"Coragem, Força e Fé"... continua sendo o lema dos guerreiros da Luz!

Paz serena,
No Amor sublime!
Shima.


O despertar da energia sagrada no homem


Saudações Corações Amados,

Este artigo é o começo de uma série de texto onde vamos abordar o assunto relacionado à energia masculina, sua natureza, seu aspecto, sua essência e seus arquétipos...

O trabalho que venho desenvolvendo nos últimos meses estava focado diretamente na energia da Mãe Divina... e a sua influência em nosso mundo terreno através da atuação feminina em todas as frentes do nosso processo evolutivo...

Agora é chegado o momento de falarmos de outra energia que envolve a nossa espiritualidade humana e como Almas Divinas, fazem parte da complementação de todo o processo ascensional onde cada ser busca dar seus passos na Senda da Luz...

Não existe a separatividade no caminho da Luz... e sim a fragmentação de uma única energia em dois pólos – positiva e negativa - de manifestação, já que a sua união significa a essência original de todo ser humano.

São suas naturezas divinas... a masculina e a feminina.

E os aspectos que distinguem uma e outra no plano físico, são apenas na forma de expressão: a razão e a emoção.

Isso porque, no mundo espiritual é conhecido como a manifestação do pensamento e do sentimento e, toda a Criação segue um padrão tríplice. Portanto, temos o terceiro aspecto: o movimento.

Então no plano físico devemos levar em consideração a terceira forma de expressão: a ação.

Um dos ensinamentos da Hierarquia Divina é trabalharmos da forma que representemos aqui na densidade física a geometria sagrada baseada num Corpo de Luz onde estes três aspectos sejam representados como: a Cabeça, o Coração e as Mãos.

Esta tríplice manifestação é capaz de elevar a raça humana na sua caminhada terrena em direção à sua reinserção na sociedade cósmica e universal. Esta é a meta de todas as Fontes de Luz espalhadas pela superfície do nosso planeta seja de que crença for. A Luz é inspiração.

Os desvios de conduta e do mau uso da Energia Primordial é apenas uma experiência humana em se caminho de descobertas e buscas. As limitações são causadas pelo conflito milenar entre as Forças da Luz e as Forças das Trevas. É aqui que começa a dualidade no processo involutivo da alma em sua jornada terrena.

É a longa caminhada pelo mundo da ilusão e o uso da razão e da emoção serve para alcançar o discernimento através dos tempos, enquanto as sensações moldam suas personalidades de acordo com suas tendências e arquétipos.

No final desta jornada, cada Alma adquire os dois aspectos de energias masculina e feminina. E se integra em sua essência como uma só Consciência.

Neste caso, este é o propósito evolutivo para uma Alma em seu processo de ascensão. Assim como um ser feminino é capaz de conceber em si o aspecto da energia masculina, um ser masculino também tem a capacidade de potencializar em si mesmo uma energia de aspecto feminino.

No momento atual, dentro dessa transição planetária em que vivemos agora, ficou evidente a diferença latente entre estas duas energias em sua manifestação física. Tanto os aspectos quanto as naturezas individuais afloram com tanta força entre s dois seres de sexos opostos que isto leva a alguns dilemas pessoais.

O ser masculino é movido pela razão, pela lógica, pelo raciocínio, pelo pensamento concreto. É um fluxo de energia positiva, evolutiva e, de exteriorização. O campo das idéias e concepções abstratas surgem do plano mental para a sua realização no mundo da forma. E este plano é constituído pela energia de aspecto masculino.

Por isso, muitas das dificuldades de entendimento, de bloqueios ou conflitos existenciais entre os homens diferem das mulheres, pois estas têm o seu campo de atuação focado no plano astral (emocional) cuja constituição é de aspecto feminino. A ressonância funciona como um “eco” e quando uma energia é emitida, ela responde pela lei das correspondências.

Ao apresentar um ponto para ser elucidada, qualquer questão que seja o homem tem o seu ângulo de visão ajustado pelo foco mental e não pelo foco da sensação emocional.

Então, ao falarmos sobre a espiritualidade humana, encontramos dois parâmetros que se diferenciam quando há o envolvimento de dois sexos opostos...

Cada ser vai ter uma forma diferente de abordar o mesmo tema ou um assunto onde o conteúdo é o mesmo. Isto é importante saber logo no início dos trabalhos. O conhecimento é único para os dois seres. Todos têm a verdade inerente em seu interior e no seu subconsciente. A Alma conserva todas as experiências e aprendizados.

Somente que essa informação chega aos homens pela “cabeça” e nas mulheres pelo “coração”. E um deve aprender com outro que na harmonização e complementação destas duas formas de manifestação, há um resultado transcendental na busca pelo autoconhecimento.

O fato de termos vivido por centenas de milhares de anos sob a influência do sistema de cultura patriarcal, onde predominou a energia masculina, isto condicionou a mente física (consciência) para o aspecto mais concreto de qualquer revelação ou realização humana na superfície deste planeta.

Ao lado racional da mente masculina deve-se somar a forma intuitiva e feminina.

Este é o caminho. A meditação, a contemplação amplia o pensamento. Mas é a intuição que abre as portas da expansão da consciência.

Permaneçam em Paz.
Em Amor,
Shima.


(*) Este artigo foi postado em 17/08/2013 e é republicado novamente agora em Caminhando com o Mestre.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Homenagem ás Deusas Guerreiras - 08/03/2015

Dia Internacional da Mulher



É como um ciclo esta data mágica, pois simboliza o início e o fim. Anualmente é determinada esta comemoração por um direito adquirido ao longo dos séculos e que ficou marcado em nossas mentes e corações, quando uns grupos de mulheres se rebelaram contra o sistema de suas épocas e deram o grito de liberdade.

Podemos acreditar que a partir destes movimentos iniciou-se o resgate da energia feminina no planeta Terra e na Humanidade e também, podemos considerar o Dia Internacional da Mulher como o reconhecimento do fim do mandato masculino neste orbe terreno.

É desnecessário mencionar as inumeráveis conquistas alcançadas pela ala feminina em todas as camadas sociais no último século. E atualmente está consolidada a sua participação ativa em todas as tomadas de decisões que envolvem a condução da nossa Humanidade.

O que seria considerado impossível séculos atrás, torna-se hoje fatos comuns com as mulheres assumindo postos de comando em corporações, entidades, organizações e até presidindo nações. Devemos sempre enaltecer o brilho que exercem quando o toque feminino é posto em ação. O sentimento é uma energia feminina que move o Universo e a Criação.

O Amor que é difundido no mundo agora, conhecido como divino, incondicional, infinito e transcendental é uma Força da energia da Mãe Divina, um aspecto do Terceiro Raio. Nada na Criação se sucede sem que esta Força flua e atue como Movimento. Até mesmo neste plano físico, essa energia é aquilo que entendemos como emoção, impulso, manifestação e realização.
O amor terreno, transitório e efêmero é um dos fragmentos deste Amor Maior, como também todos os seus derivados.

Considerada a Célula Máter do núcleo familiar é por si só, a âncora que sustenta toda a linhagem e descendência de sua própria criação terrena, sendo o berço que recebe toda a alma viajante, os anjos estelares. As divergências que ocorrem sobre essa essência maternal, podem ser esclarecidas no contexto das Leis divinas do Retorno ou da Causa e Efeitos, no processo reencarnatório.

Mas é muito mais salutar e parte de um processo evolutivo, darmos a nossa homenagem a essas mulheres que enveredam nos caminhos da escuridão do mundo, trazendo a luz da esperança para suas crianças e para todos os homens. Devemos ter em nossas consciências humanas, o sentimento de gratidão por essas mulheres, que em sacrifícios, renúncias e perdas, continua a doar-se à vida.
São Deusas nas vidas dos homens. Inspiração para os corações que anseiam alcançar o céu. E motivação para prosseguir na jornada.

São Guerreiras para seus rebentos. Guardiães dos seus afetos e amores. Trabalhadoras incansáveis. E Protetoras inquestionáveis da família humana.

Deusas... Guerreiras... e Mulheres!
Filhas de Gaia na Terra.

A Nova Era é a Manifestação da Força da Grande Mãe... e suas Filhas!

Que assim seja,
Em Amor e Luz,

Shima.

A Compreensão do Amor - 01/11/2014

PAUSA PARA REFLEXÃO - A DOIS




- O que se passas meu querido?


- Estou confuso meu Senhor!


- E como é isso?


- Tento entender o sentido de amar!


- Diga-me: o que é amar para ti?


Um silêncio ecoa no ar... meus pensamentos viajam num turbilhão de sensações.


Recordações... imagens... vivências. Cenas... movimentos... dramas... traumas...


Alegrias se intercalam nas tristezas. Sorrisos misturam-se em lágrimas...


Sim. Amar é viver. Viver é vibrar Amor!


A compreensão é fruto do Amor. Amor é essência.


- Como sentes uma relação a dois? - foi o que ouvi.


Deixo-me levar pela onda amorosa do meu querido Mestre...

"... a relação a dois, deve ser vista como duas árvores que brotam numa floresta... nascem juntas... mas separadas... suas sombras acalentam uma e outra... e mesmo imersa nesta imensa floresta, banham-se ao sol.

Uma relação a dois é formada por dois indivíduos que juntos formam um casal.


Os afins não é o mesmo que igual. São energias que vibram diferentes, pois se atraem pela força do amor e unem-se em polaridades opostas. Sem isso não há o caminho a percorrer... juntos.


Querer que sejam iguais não há aprendizados e nisso, não há crescimento. Sem esse crescimento, a maturidade não é alcançada.


Assimilar o oposto e compreender o significado disto é sabedoria.


Aceitar a diversidade é reencontrar a unicidade. A vida.


Deixar fluir a vida é criar o ambiente para que as sementes germinem amorosamente. Isso é semear. A paciência é um ato de compreensão.


O que mantém a unidade numa relação a dois é a promessa: doar e amar.


E juntos... servir! Um ao outro.


Nesse aprendizado, aprendem a servir ao mundo!


Um casal exemplifica o Alfa e Ômega. O divino na forma. A expressão sublime do Amor.


Trazer a radiante luz ao mundo é iluminar a sombra. Irradiar o coração em luz é amor. O amor terreno é filiação divina do Amor infinito. Então, amar é divino.


Discernir entre o terreno e o divino é o dilema, é o paradigma.

Viver o terreno é encobrir com sombra a luz. Vivenciar o divino na sombra é iluminar.

O medo separa, o amor une.


Na compreensão disso, colhe-se a felicidade.


No desejo a vontade é suprimida. A vontade da alma.


E a alma anseia pela alegria a dois, pois assim expande a consciência na dualidade. E no sorriso a dois, a paz tão almejada pode ser reencontrada no coração.


Qual a importância de uma pequena mancha escura na eternidade da luz?


Assim deve ser a relação a dois... no perdão mútuo. Ser cúmplices no amor é amar a diferença. É compreender que são únicos pelas diferenças que são. E que a força que une no amor é inigualável e incomparável dentro da criação universal.


No crescimento há expansão. No amadurecimento reconhece-se o aprendizado. A prática deste conhecimento, vive-se em sabedoria como deusas e deuses que sempre foram, são e serão.


Um casal é a soma que unifica duas forças antagônicas em si mesmo. O poder e a luz da energia cósmica potencializa o amor que deve conduzir dois corações em sua jornada pela criação.


O que separa e fragmenta é efeito da dualidade. É da sombra.

O que une e unifica é o efeito da unidade. É da luz.

Entender o significado do Dois é compreender o Uno do universo. É co-criar.


Por isso, duas almas opostas devem percorrer o caminho na escuridão, mantendo apenas a chama do amor que os manterá unidos na longa jornada. Assim permanecerá na senda iluminada para fazer o percurso de ida e vinda. Um dia retornará ao lar.


Compreensão e Amor é tudo. É o significado e o sentido do Todo. Assim se manifesta a Vida.


Dois em Um com a Força do Amor é a expressão Trina da Vontade Divina.


Seja Amor. Isto basta!"


- Gratidão meu Senhor!


Paz eterna,
Shima.

Uma mensagem de Amor e Gratidão


Deixo um texto que foi escrito quando o soar das trombetas vibrou para mim... era o chamado final!

Cada um de vocês Guerreiros e Guerreiras da Luz, receberam e vão receber os seus chamados também... ela, a princípio vem da alma... depois, do grupo a que pertencem.


Devem sempre atender a "voz" que vem do coração...


Porque este chamado é sagrado... é divino... é da missão!


Acreditem que ao atender o chamado da alma, a vida de vocês jamais será a mesma, porque a rotina e tudo do que vivem irá "virar de pernas para o ar"... não será mais da forma como sempre viveu ou gostaria de vivê-la. Isto é fato!


Aceitem as mudanças e entreguem-se Àqueles seres de Luz que sempre conduziram a raça humana...


Confiem em si mesmos, pois são vocês mesmos que farão a grande renovação no mundo.


Tenham Fé. O Plano Divino está muito além da compreensão humana e somente vocês sabem o significado profundo deste plano e dos propósitos estabelecidos pela Hierarquia Espiritual da Terra.


Mantenham a Força que os sustentaram até aqui nesta jornada terrena. São guerreiros da Luz e são deusas guerreiras! A vida de vocês passam por transformações que sacudiram seus alicerces... muitos sofrem por isto.


As mudanças internas são muitas e transcendentais. Sentem perdas incomensuráveis, difíceis de digerir... fisicamente percebem as dores que ocorrem com seus corpos... e vêem que suas relações de afetos e a vida individual e até profissional já não são as mesmas coisas... algo profundo mudou em suas rotinas...


Devem prosseguir nestas mudanças e fazerem suas reformas íntimas e trabalharem as limpezas internas a que são submetidos a todo instante. Cada momento de vocês é único!


O planeta agora vibra em outras dimensões mas estão ancorados em seus corpos tridimensionais e devem transmutá-los em corpos de Luz. Vibrem o Amor e tudo se ajustará de forma harmoniosa e serena... assim deve ser!


A humanidade em que estão inseridos é parte da grande família humana. Respeitem isso. Compreendam que são irmãos e irmãs diante da sociedade cósmica e universal. Não pensem que são separados do Todo. Esta separatividade é na consciência física.


Na comunhão com seus Deuses e Deusas Internas, todos vocês são um só na divindade de suas almas. São Anjos Estelares.... São seres de Luz!


Façam de suas vidas o propósito maior de Servir... sirvam à Luz!


Foram para isso que estão aqui agora.


Cumpra-se o mandato divino em suas vidas. Sejam, o que são!


Em Amor infinito,

na Paz eterna!
Shima.

A Jornada das Deusas - 13/08/2013



Saudações Anjos de Luz!

Há muito tempo venho trabalhando em meus artigos os temas relacionados à energia da Mãe Divina...

É de se esperar que a Ala Feminina de Gaia acorde e resgate em si, o que foi conhecido no passado como a “cultura matriarcal” que reinava no planeta em todas as civilizações e sociedades até então conhecidas...

Por eras... por centenas de milhares de anos... vocês semearam a Terra com a brandura do amor maternal...

E a Terra não conhecia a guerra fraticida... e as tribos eram lideradas pelas anciãs... as mais sábias... que sempre eram conhecidas como a “grande mãe”!

Seus filhos seguiam o caminho da disciplina... traziam a segurança para a família... pois assim eram as tribos... uma grande família. As filhas eram preparadas para serem sacerdotisas na forma como se expressavam em suas culturas...

Até os tempos atuais restam muito da cultura matriarcal... pois mesmo que sutilmente, as mulheres ainda carregam a alma feminina que não foi “contaminada” e a expressam em seu lar, em suas relações e em suas atividades profissionais e intelectuais...

E trazem vidas após vidas, através dos tempos... a marca das sacerdotisas.

A “mística” se revela através das suas intuições aguçadas, o sentido de premonição, o domínio de artes com seus dons mediúnicos: os runas, os tarôs, os búzios, os cristais... a percepção extra-sensorial... e a sua feminilidade que representa o movimento cósmico da Criação...

Entre todos os arquétipos das deusas das mitologias antigas ocidentais e orientais encontramos os estereótipos que foram criados pela consciência da alma feminina...

E que foram manifestadas sobre a superfície do planeta como as “deusas guerreiras”...

O maior apogeu ocorreu durante a civilização da Atlântida e posteriormente com o desaparecimento deste continente, enraizaram a cultura da Mãe Divina na civilização celta, cujo núcleo se encontra até hoje sob uma cúpula etérea na Irlanda...

Como sacerdotisas foram o centro do equilíbrio planetário e cósmico, pois ainda se mantinha o contato com a Hierarquia Cósmica e Divina e representavam na Terra a própria Mãe Divina, através dos templos sagrados espalhados por quase todo o mundo conhecido....

Veneradas... cultuadas... adoradas... amadas... eram a inspiração para os corações masculinos e a forma exemplar que as mulheres deveriam buscar em suas iniciações espirituais através da manifestação terrena e material...

Nos tempos atuais... na civilização contemporânea... há décadas que elas vem fazendo o movimento do resgate da energia feminina... e numa “luta” quase invisível avançaram passo a passo em sua jornada terrena para conquistar o espaço original que foi usurpado nos tempos remotos...

Agora, é ficar contemplando a atuação feminina por todo o globo terrestre... em todos os campos do conhecimento humano... das atividades em todas as áreas da sociedade!

Lindas... amorosas... carismáticas... alçam voos inacreditáveis em tempos passados!

Assumem postos de comando... de direção.... de gerenciamento... de liderança nas camadas sociais...

Causaram choques... conflitos... dilemas... reações... contestações... mas como uma energia que envolve... abraça... se movimentaram como as brisas... e suavemente foram conquistando os domínios que antes eram mantidos pela “cultura patriarcal”... cujo poder operava pelo medo e pelo domínio da força...

Elas carinhosamente chegam... delicadamente sorriem... e enlaçam esse “poder masculino” com a expressão que vem do coração... o amor... a tolerância... a compaixão.... a compreensão...

O mistério que envolve a energia divina da “Mãe”... é que nenhuma mãe ensinaria ou enviaria um filho para a guerra e para matar outro irmão... e trazer a dor para uma mãe como ela mesma... e essa compreensão manteve o mundo em paz, que a humanidade nunca mais alcançou desde que elas foram retiradas do altar onde reinavam...

É esse o resgate que ocorre por todo o planeta... e a maior transformação que elas trazem vem através da poderosa energia feminina conhecida como a “Opinião Pública”, pois é onde está hoje a grande força onde operam a mudança mundial...

“Quem tem olhos para ver... verá!”

A “Ala Feminina de Gaia” está ativa... 

A energia da “Mãe Divina” está em plena manifestação terrena...

E as mulheres ancoram em si as suas Deusas... e tornam-se então... as Guerreiras da Luz!

E o Plano Divino se manifesta agora...

O que houve a dois mil anos... foi a implantação do Poder do Amor e isso foi feito pela Ala Masculina...

Agora, para a manifestação do Poder do Amor... isso somente poderá ser realizado pela Ala Feminina...

Aqui está a revelação ao mundo sobre a nova Era...

A Vontade Divina será expressa pelo Grande Ser... através da energia da Mãe Divina!

“Quem tem ouvidos para ouvir... que ouça!”

Em Paz... no Amor Infinito,
Shima.